Sempre tive alguma consciência ambiental e sempre fui da opinião que devemos fazer o que está ao nosso alcance para proteger o nosso planeta para ele continuar azul e cheio de vida. Mas como podemos fazer sempre mais e com certeza eu ainda tenho um longo caminho pela frente, uma das minhas resoluções para este ano é reduzir o meu lixo e ser mais consciente nas minhas decisões e por isso partilho algumas dicas simples para uma vida mais sustentável.

Existem algumas atitudes muito simples que nós podemos fazer e que aos poucos ajudam, e muito, o nosso planeta a ficar mais saudável.

Fazer reciclagem

Nunca batemos demasiadas vezes nesta tecla, devemos sim fazer reciclagem e ajudar aqueles que estão à nossa volta a fazer o mesmo. O oceano já tem demasiado lixo a passear por lá, não precisamos de adicionar mais e mais embalagens.

Usar sacos reutilizáveis

Podemos reciclar mas também podemos mudar pequenos hábitos para reduzir o nosso lixo, levar sacos de pano ou outros reutilizáveis quando vamos fazer compras é uma óptima forma de o fazer, e ainda poupamos algum dinheiro no final das contas, já que hoje em dia em quase todos os supermercados os sacos são pagos.

Usar garrafas reutilizáveis

Mais uma forma bem simples de reduzir o nosso lixo, andar sempre com uma garrafa de água reutilizável atrás, assim não somos obrigados a comprar água quando andamos pela rua, o ambiente agradece e com certeza o nosso orçamento no final do mês também. Podemos encher a garrafa em qualquer lugar, já que em Portugal temos água potável em quase todo o lado.

Diminuir o consumo de carne

Este tema pode ser um pouco polémico, mas a verdade é que hoje em dia existe um consumo de carne exagerado, na maioria dos casos comemos carne todos os dias, em todas as refeições do dia, e sim, o ambiente fica muito prejudicado com estas escolhas. Reduzir apenas um pouco esta realidade e encontrar alguns pratos vegetarianos para adicionar à nossa lista, ou experimentar não comer qualquer tipo de carne ou peixe um dia por semana, como acontece no movimento Segundas Sem Carne, pode ser um bom começo (podes encontrar algumas receitas aqui).

Dizer mais vezes não

Muitas vezes no nosso dia somos bombardeados com quilos de plásticos e lixo que não precisamos, sejam aqueles sacos de plástico nos supermercados, os folhetos aos milhares que nos vão entregando pela rua, as palhinhas nos cafés, a realidade é que não precisamos de nada disso e o destino desses objectos é ir para o lixo em dois segundos, por isso podemos nos habituar e ir recusando esse tipo de coisas. Acreditam, que sem entender ainda bem porquê, já apanhei algumas vergonhas quando recusei o saco de plástico na secção de charcutaria?

Estes são alguns hábitos que são bem fáceis de mudar e que podem tornar as nossas vidas um pouco mais sustentáveis, já adotaste algum para ti? Ou tens mais alguma dica para partilhar connosco?

Author

Fotógrafa e Criadora de conteúdo.

4 Comments

  1. Olá Jessica! Estamos juntas nesta causa! Juntos somos mais fortes!
    Um beijinho

  2. As pessoas são, porventura, preguiçosas ou comodistas. Não é por falta de informação que temos a lastimosa agressão ambiental do plástico, é por falta de educação. Não confundir educação com nível académico. Por necessidade e hábito, costumo caminhar por local muito frequentado por estudantes do ensino superior e o que vejo pelo chão, passeios e valetas não é bonito.
    Chamar-lhes javardos não adianta, antes pelo contrário, mas se fossem fazer um passeio à esquadra, identificados e obrigados a assumir a limpeza duma determinada área, fazer serviço à comunidade, aumentar-lhes as propinas e outras formas de correcção de comportamentos inapropriados na comunidade em que se inserem, talvez as coisas mudassem de figura.
    Que me desculpe a Jessica por comentar uma crónica politicamente impecável com um texto incómodo. Aqueles que fazem a gestão do seu lixo criteriosamente fazem-no porque são educados, logo, com consciência cívica e ecológica.
    Bom “Meiocheio”!
    Bj.

    • Olá Agostinho!
      Muito obrigada pelo seu comentário!
      É verdade que muitas das vezes as pessoas acabam por ser um pouco comodistas, mas nesses casos estamos nós aqui para as irmos lembrando! =D

Deixa um comentário