Há dias tão difíceis que nada parece correr certo, a nossa energia está lá em baixo e continuar a trabalhar nos nossos projectos e nas nossas metas para realizarmos os nossos sonhos parece impossível, por isso hoje partilho contigo algumas dicas para nos motivarmos no dia-a-dia.

Todos temos aqueles dias pouco produtivos, que estamos sem energia ou criatividade para continuar a trabalhar, mesmo que seja um trabalho que gostes muito de fazer, a verdade é que ninguém é de ferro e com a quantidade de informação que recebemos todos os dias, más notícias a cada esquina, a vida de adulto está aí para nos pôr à prova.

E por isso é muito importante cuidarmos um pouco de nós, tanto física como psicologicamente, nós somos as melhores pessoas para o fazermos, para cuidarmos das pessoas de que gostamos primeiro temos que cuidar de nós.

Arranjar hobbies e actividades que gostes de fazer

Trabalhar naquilo de que se gosta é óptimo, mas ter actividades e hobbies que realmente nos deixem felizes é muito importante, e principalmente para quem trabalha em casa, muitas vezes é fácil continuar a trabalhar e não ter horários definidos, e deixar para trás outras coisas que nos fazem bem.

Mas arranjar uma actividade que nos faça bem é ainda mais importante nesses dias em que temos a energia em baixo, seja ler um livro, fazer um bolo, tomar um banho relaxado, cuidar do jardim, tirar uma hora para fazer uma coisa que nos faz bem, pode ser aquilo que precisamos para continuar motivados no dia-a-dia.

Estar mais em contacto com a Natureza

Fazer exercício físico e caminhadas na natureza, ou simplesmente ir até ao jardim perto de casa de vez em quando e respirar fundo pode fazer uma diferença gigante no teu dia-a-dia. Lembro-me quando o João trabalhava em Lisboa num trabalho que ele não gostava muito e como ele contava que fazia toda a diferença no dia dele, sair para ir almoçar no jardim à frente da empresa e passar meia hora ali relaxado.

Tentar ver o lado positivo de todas as situações

Nem sempre é fácil ver o lado positivo quando tudo parece que está a correr mal. Mas adoptar uma atitude mais positiva até para as coisas mais pequenas do nosso dia-a-dia, pode ajudar bastante a longo prazo e quando dás conta tudo parece mais leve, apenas porque começaste a olhar para um lado diferente e mais positivo em todas as situações.

Meditar

Normalmente quando falo em meditação e como isso ajuda bastante o meu dia, sinto que as pessoas ficam logo com o pé atrás, muitas vezes porque associamos a meditação a uma coisa muito difícil de fazer, super espiritual e que é preciso ficar duas horas de pernas cruzadas sem pensar em nada.

Mas a realidade não é bem essa, existem milhares de formas que podes trazer a meditação e a atenção plena para o teu dia, se não gostas de ficar parada podes meditar a caminhar ou comer, podes meditar de pernas cruzadas, mas também o podes fazer sentada numa cadeira, deitada na cama ou no chão e com certeza não precisas ficar duas horas a praticar meditação, na maioria dos dias medito apenas cinco minutos, outros dez minutos e nos dias que não tenho muito tempo acabo por fazer algumas respirações mais lentas e profundas ao longo do dia. Na realidade quando fico mais ansiosa ou sinto que não estou muito concentrada fecho os olhos e respiro fundo umas duas ou três vezes e sinto logo a diferença.

Ter metas definidas

Quando temos um sonho ou um projecto que queremos realizar é muito importante termos bem definido como podemos chegar até lá. Várias vezes eu e o João pensámos num projecto mas depois não definimos como poderíamos chegar lá e o que era preciso fazer e esse projecto quase sempre ficava apenas nas nossas cabeças.

E só quando nos sentámos para definir qual o próximo passo e traçámos exatamente o que é preciso fazer para chegar lá, é que realizámos alguma coisa, acredita, connosco isto já aconteceu várias vezes, só quando pomos a nossa energia num caminho pensado de forma clara é que chegamos ao fim da estrada.

Redefinir o caminho quando for necessário

E isso também vale para quando nos apercebermos que o caminho que traçamos já não faz sentido ou não está a ter os resultados que queríamos. Olhar de outro ponto de vista ou mesmo seguir por um caminho diferente pode ser a resposta certa.

Não há mal nenhum em abdicar de um projecto ou sonho se ele nos está a fazer mais mal que bem, se já tentamos de tudo e não temos os resultados que pretendíamos, mais vale largar essa ideia e passar para outra, afinal o mais importante é estarmos bem e felizes!

E tu, o que preferes fazer naquelas alturas em que a energia está lá em baixo e tudo parece correr mal? Partilha connosco nos comentários!

Author

Fotógrafa e Criadora de conteúdo.

Deixa um comentário

eight + eight =