O espaço de hoje foi encontrado completamente ao acaso, é o Lados Abraçados.

Como bons indecisos que somos, num Sábado de manhã saímos até à outra ponta da cidade para ir visitar a Feira da Vandoma, com várias coisas em segunda mão e velharias, meio ao estilo da Feira da Ladra, e no regresso para casa passamos pelo centro da cidade para almoçar, e no fim de calcorrear toda a cidade, e já a caminho de casa quase a desistir [atenção que a esta hora já passavam das três da tarde], olhamos para o lado e lá estava o Lados Abraçados a convidar a entrar, tinha apenas uma ou duas pessoas a beber café mas a ementa ainda estava na rua, por isso entramos e perguntamos se ainda dava para almoçar.

Com a maior simpatia, respondem-nos ‘Sim, claro. Até às sete da tarde a cozinha está sempre aberta’, olhamos um para o outro e demos um pulo de alegria, isto acontece sempre, sempre que estamos horas à procura e quase a desistir, temos sempre sorte de encontrar aquilo que precisamos e as pessoas mais simpáticas.

Mas agora indo ao que importa, para beber o João pediu o vinho da casa (2€) e eu pedi uma limonada preparada na hora com um toque de laranja e hortelã (1.5€) e estava uma delícia. Como prato principal eu pedi uma lasanha de atum (4.9€) e o João, por sugestão do senhor que nos atendeu, pediu Tripas à moda do Porto, que sim, aquela hora tinham acabado de ser feitas (5.5€), acho que pelas fotos não vale a pena dizer o bom que estava tudo, né?

Para sobremesa, [que eu já tinha reparado no primeiro momento em que entrei, eheh] não podíamos ter deixado de pedir o bolo de chocolate com brigadeiro branco (1.5€), porque sim, aquela é uma casa de brasileiros e acho que era impossível não pedir um bolo com brigadeiro feito por uma brasileira de mão cheia. Estão a ver aquela comida que abraça, pois foi o que aconteceu no momento em que coloquei o primeiro pedaço na boca, afinal o nome da cafetaria tem que vir de algum lado, eheh.

Se ficaram com vontade de conhecer o Lados Abraçados, eu aconselho, nem que seja para ir comer uma fatia de bolo e beber um café, fica na Rua da Maternidade, nº147 no Porto.

À mesa #23 – Lados Abraçados [Porto]

À mesa #23 – Lados Abraçados [Porto]

À mesa #23 – Lados Abraçados [Porto]

À mesa #23 – Lados Abraçados [Porto]

À mesa #23 – Lados Abraçados [Porto]

À mesa #23 – Lados Abraçados [Porto]

À mesa #23 – Lados Abraçados [Porto]

Author

Fotógrafa e Criadora de conteúdo.

4 Comentários

    • Eheh, é verdade Marta!
      Chamou-me a atenção assim que entrei no café. Ainda não sabia o que queria almoçar mas já sabia que aquele bolo ia ser a sobremesa, eheh =D

      Se estiveres pelo Porto dá uma volta ao Lados Abraçados, que pode que tenhas sorte. De qualquer das formas acredito que qualquer opção que esteja por lá vai ser boa ;)

  1. Todos os pratos têm um aspecto maravilhoso! Acho que também teria pedido a lasanha de atum, que delícia…
    Adoro quando temos surpresas destas, depois de darmos quase tudo por perdido :)

Deixa um comentário

19 + eighteen =