Não sei se por estar a ficar mais velho e mais amadurecido, mas cada vez mais, sinto que são poucas as vezes que demonstro o amor que sinto pelas pessoas que realmente amo, principalmente à minha mãe que por tanto passou e mesmo assim conseguiu ensinar-me tanto e da melhor maneira que sabia. Tenho alguma dificuldade em demonstrá-lo, mas principalmente em dizer, Amo-te. Uma palavra tão pequena mas com tanto significado e poder, penso para mim que ao dizê-la muitas vezes ela perderia o seu poder e deixava de ter tanto significado, mas na verdade acho que é apenas uma forma de me desculpar por não o dizer tantas vezes como devia.

O artigo de hoje é dedicado à enorme mulher, que neste dia, me trouxe ao mundo e me ajudou a crescer e só por isso estou agradecido. Obrigado Mãe! Acho que nunca te agradeci pela vida que me proporcionas-te e pelos valores que me passas-te, nunca fomos ricos mas no entanto nunca nos faltou nada, o importante sempre tivemos. Obrigado por me teres feito na pessoa que sou hoje, por sempre teres acreditado em mim, confiado e apoiado as escolhas que fiz, mesmo que por vezes não as tenhas entendido muito bem. Obrigado pelo papel de mãe e de pai que foste obrigada a fazer demasiado cedo mas que o desempenhas-te na perfeição e por isso encho-me de orgulho!

Obrigado Mãe!

Author

Fotógrafa e Criadora de conteúdo.

Deixa um comentário

5 × 3 =